OS DESIGREJADOS

OS DESIGREJADOS

Não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia (Hb 10:25).

DEFINIÇÃO

DESIGREJADOS  -  Há um grupo que cresce no Brasil segundo o IBGE com números maiores que a igreja evangélica brasileira. São os “Desigrejados”  Termo esse  usado em relação aos  irmãos que de afastam dos chamados templos ou como queira alguns igrejas um espaço físico usado para cultos.  Pessoas que afirmam que seguir  A Cristo é a não dependência  da igreja institucional, das instituições religiosas com placas de igrejas  evangélicas.

QUANTOS SÃO

No Brasil já são mais de 4 milhões de cristão segundo dados do IBGE que se declaram sem nenhum vinculo com as igrejas instituídas.
Possíveis motivos que são apontados pelos desigrejados para não frequentarem uma igreja:

*Falta de tempo para ir ao templo.
*Horaria de trabalho incompatível com os dos cultos.
*Fraqueza espiritual.
*Insatisfação com a liderança  ou a um membro  da referida igreja.
*Mudança de local.

O IBGE informou em pesquisas que 14 % da população brasileira se dizem sem igrejas.
Baseado nesses dados resolvi  fazer uma pesquisa das igrejas evangélicas no estado da Paraíba.
Observando  alguns dados que pode ser interessante analisa-los e as diferentes mudanças no perfil dos evangélicos desse estado do Brasil.

Segundo os dados do IBGE censo 2016

População da Paraíba 3.999.415

Evangélicos                   606, 351      15.16 %

Desigrejados 138,020 3,451 %


Em vista disso eu separei algumas cidades da Paraíba por região para fazer uma analise da população e seus referidos números.

Temos uma tabela dividida em 5 colunas onde podemos observar os números da população geral e a divisão entre evangélicos e não evangélicos e o percentual  da população evangélica em cada cidade.
Esses Dados podem servir como base para um trabalho de evangelização urbana e rural focado na realidade de cada cidade aqui representada.
Pode ser possível também que cada igreja consciente desses números organize cultos de oração para A intervenção divina na conversão das pessoas.

Dados do Censo do IBGE 2016
cidades              Região         População     Evangélicos %

João Pessoa Intermediaria     811 598       181.798             22,4
C. Grande Imediata         407,754        100.511             24.6
Queimadas Agreste            41.297            7.681             18,6
Guarabira Imediata            58.529            9.130             15,6
Patos                 Sertão             107.067          11.777             11,0
Monteiro           Cariri               33.019            3.467             10.5



HÁ Outros dados são possíveis ser avaliados nessa pesquisa como:

A população das denominações em cada cidade citada:

Cidades    Congregac. Brasil p/cristo Ass. Deus   Batista   Presbite. Luterana    Evang:        N.d

J. Pessoa   3.311                  236         48.396       28.467            3.711 426 173,886   54.742
C. Grande 7.105                  691         25.966        4.765             2.665 705       94.991   24.550
Queimadas  873                   0,0            1.841          182 146 0,0         7.123      1318
Guarabira    563                   0,0            3.223          463 211 0,0         8.125     2.064
Patos          129                   0,0            2.607       1.604 662 0,0       10,581     2.557
Monteiro       11                   0,0            1.444          292 520 0,0         3.141        267

Total    11.992                   927         83.177    35.773              7.915    1.131        297.847  83.434
N.D – Não determinada (dados do IBGE ano 2010)

Porque vale mais um dia nos teus átrios do que em outra parte mil. Preferiria estar à porta da casa do meu Deus, a habitar nas tendas da perversidade (Sl 84:10).

Ranking das 10 maiores denominações do Brasil:
pessoas Ass.  Deus Batista C. no Brasil       Universal    Quadrangular

H.        6 586,520      1,605,823     1.060,218          726.203          774,696
M.       6.727,891      2.118,029     1,229,415       1.117,040        1.833,693

Total 12.314,410    3.723,853     2.289,634       1.873,243        1.808,379

Adventista luterana Presbiteriana Deus é Amor Maranata

H.             704.376           482.382           405.424            365.250         156.185
M.            856.975           817.115           515.785            480.133         199.835

Total 1.571,071        999.478            921.209             845.383          356.021

LUGARES PARA ADORAÇÃO

Se observarmos a história bíblica, vamos perceber que Deus desde o principio estabeleceu lugares fixos ou mesmo templos físicos para que o seu povo o adorasse. Vejamos algumas referências bíblicas:
O primeiro registro de adoração coletiva nós encontramos no livro de Gênesis quando Abel e Caim ofereceram sacríficos ao Senhor. (Gn. 4: 4-5)
Mas, foi Moisés que por ordem do próprio Deus, fez um tabernáculo móvel (Ex. 25: 8-9). O tabernáculo era um lugar de adoração, onde o povo de Israel oferecia sacrifícios pelos pecados e adorava ao Senhor.
Depois, Deus mandou que Salomão construísse um templo fixo,  construído por Salomão em Jerusalém (2 Cr. 2–5). Ele foi destruído em 587 a.C. pelos babilônios e restaurado por Zorobabel cerca de 70 anos mais tarde (Ed. 1–6). Parte desse templo foi queimada em 37 a.C. e Herodes, o Grande, o reconstruiu posteriormente. Os romanos destruíram o templo no ano 70 d.C.
Após a destruição do  templo os Judeus cativos criaram as sinagogas, um local para se reunirem, louvarem a Deus e estudar a palavra de Deus. (At. 13: 13 –15). Estima-se, que nos tempos de Jesus eram aproximadamente 435 sinagogas. Jesus frequentava as sinagogas regularmente (Lc .4: 16) O novo testamente se refere 68 vezes as sinagogas.
Quando se levantou uma grande perseguição aos cristãos no primeiro século, eles movidos pelo Espirito Santo foram dispersos (1 Pe. 1: 1 – 2) os irmãos começaram a se reunirem nas casas (At. 12: 12 – 14) As sinagogas eram os lugares procurados por Paulo para anunciar a Palavra de Deus (At: 13. 5)
Os templos começaram a ser construídos no século IV quando o imperador Constantino unificou a igreja e o estado. No ano 313 foi publicado o edito de Milão  onde se acabava toda perseguição ao cristianismo. Então começam a surgir os templos  para a reunião dos cristãos.
Percebemos que desde o tempo de Moisés, Deus ordenou a construção de locais para a sua adoração que hoje chamamos de templos ou igrejas.

DOS ENSINOS

 A Doutrina da igreja, A eclesiologia bíblica e a teologia, não deixam ninguém com dúvidas quanto aos fundamentos da igreja (Mt. 16:18; 1. Co. 3:11), sua composição universal como a igreja invisível de Cristo (Hb. 12:23) e sua presença organizada como congregação local de cristãos esta, igreja visível de Cristo. (At. 11: 26).
Disse o Salmista: Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor (Sl 122:1).
A igreja invisível de Cristo será arrebatada pelo seu Senhor, ela é composta por crentes vivos e mortos que foram salvos por Cristo em todos os tempos e em todas as nações. Os mortos em Cristo ressuscitarão primeiros e os vivos  serão transformados (1 Co. 15. 52).  A igreja visível ou local tem a necessidade de se organizar com cultos, liturgias, ministérios, lideranças, coletas, contribuições e etc. (At 2: 46,47; 1 Co 14:6; 6:1-6; 13:1-2; Ef 4: 11-12;  Hb 13:17; 1 Co 16:1; Rm 15:26; 2 Co 9:1-13; Hb 7:8; Lc 11:42).
Disse o Apóstolo Pedro: "Mas, vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz" (1 Pe 2:9).

 Conclusão

Embora eu entenda as razões Apresentadas pelos irmãos desigrejados, reconheço que as igrejas locais estejam cheias de falhas porque onde há pessoas humanas existem imperfeições.  Também percebo que não é bom que os irmãos vivam distantes de uma comunidade Cristã onde possam desenvolver seus talentos e praticarem a comunhão conforme diz o Apostolo Paulo em sua carta aos coríntios 14: 26 “Que fazer, pois, irmãos? Quando vos congregais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação”. Observe que a expressão (quando vos congregais) dar a ideia de lugar, ajuntamento, Grupo, Reunião, logo essa é uma vontade de Deus para todos nós.

  Pastor Roilton Alves   

Postagens mais visitadas