Uma historia pra ser lembrada


Uma história pra ser lembrada
Uma vez li uma história de uma criança que chegou em casa e logo perguntou para mãe: Mãe sabe da ultima história que aconteceu com aninha? A mãe cheia de sabedoria perguntou: filho o que vai me contar já passou pelas três peneiras? Então a criança logo perguntou: quais peneiras mãe? E a mãe continuou ensinando ao filho: a peneira da VERDADE a peneira da BONDADE a peneira da NECESSIDADE.
Aquela mãe amorosa queria ensinar o filho algumas lições importantes: será que o que temos falado é tudo verdade? Ou será que o temos falado está cheio de bondade? Ou mesmo que o que temos que falar tem necessidade que seja dito?   
Pois bem, nos dias em que vivemos, nem sempre essas peneiras tem sido usadas por todos nós. Apreendi com o tempo no meu ministério, depois de andar em vários estados do Brasil e conviver com tantos “servos de Deus e mulheres de Deus” que essas peneiras tem sido pouco usadas pelo povo de Deus.  Nem sempre a verdade é dita como deve ser, A bondade parece ser algo muito raro no coração dos humanos, a cada dia que passa aprendemos os ensinos dos desprovidos de sabedoria em que para eu vencer eu preciso “eliminar” o meu próximo. Mas tenho dito isso todos os dias: para que minha luz brilhe, eu não preciso apagar a luz do meu vizinho. Infelizmente, há sempre aqueles que querem ser estrela e quando percebem que o brilho da sua estrela está ofuscado, logo busca alguém para acusá-lo e desviar a atenção dos mais próximos, para que não percebam que a sua luz estar apagada. Essas atitudes sempre serão de pessoas pequenas, mesquinhas, e desprovidas de entendimento. As peneiras que elas usam não são a da verdade, da bondade ou da necessidade e sim as peneiras da falsidade, da mentira, do engano.
Como seria bom e o mundo ficaria bem melhor se trocássemos essas peneiras que causam transtornos, Choro, divisões, lamentações e tristezas, por peneiras que peneirassem nossas atitudes e palavras, pelas peneiras do amor, da compreensão, do perdão, do respeito, da valorização do meu próximo, do bom senso e por tantas outras peneiras que geram vidas, palavras de estímulos, companheirismo, compreensão e tantas mais que agrada a Deus.
Os pequenos e os medíocres fazem da fofoca, uma arma letal de destruição de sonhos e projetos.  Já os sonhadores não, eles não se abatem com a queda, como diz aquela musica popular brasileira, eles dizem; “Eu conheço aquele que não desanima, levanta sacode a poeira e dá a volta por cima.”
Há um provérbio árabe que diz: “Aquele que se junta às flores, ficarão com o cheiro de flores” e a outro provérbio dito por Cristo que gosto muito que é: “onde estiver o corpo, aí se ajuntarão os abutres.”
Quero encerrar esse texto, citando uma passagem dita pelo salmista: “... O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.”

Pr. Roilton Alves

Postagens mais visitadas