Seguidores de Diótrefes


Seguidores de Diótrefes
A terceira carta de João foi escrita lamentavelmente contra a rivalidade mesquinha que põe os Cristãos uns contra os outros. O escritor desta carta, provavelmente tenha sido o apóstolo João, o filho de Zebedeu.
A finalidade da carta, era sobre um conflito existente na igreja que o seu amigo Gaio era membro, e a quem o apóstolo amava. 
João começa elogiando a sua hospitalidade a aqueles irmãos que são verdadeiros missionários e que levavam a vida de lugar, em lugar, para pregar o verdadeiro evangelho de Cristo.
O elogio do apóstolo a Gaio contrasta com o comportamento de Diótrefes, este, ambicioso que se aproveitava de um cargo de liderança que tinha naquela igreja, para atacar os pregadores que ali chegavam, e que vinham visitar a referida igreja.
Lendo esse texto nesses dias, pude contextualizar com as atitudes de alguns “irmãos” que não menos diferente de Diótrefes, vive na igreja dos nossos dias. Os ditos “irmãos” trazem em seus comportamentos, e nas suas atitudes, traços da mente doentia de Diótresfes. São os verdadeiros “seguidores de Diotrefes.”
Defeitos do comportamento dos seguidores de Diótrefes
Sentimentos egoístas – Eles se sentem donos da verdade absoluta e que ninguém mais pode ensinar a palavra de Deus.
Gostam de exercer a primazia - quando se sentem ameaçados de perder liderança, eles logo criam meios e formas de apagar a luz do seu próximo, para que a dele possa brilhar.
Orgulho excessivo – O orgulho que existe dentro deles, não os permitem reconhecer que Deus é que levanta e envia seus missionários.
Sentimentos de ameaça – se sentem ameaçados de perderem o grupo de pessoas a quem eles os sustentam de forma farisaica e opressora.
Perturbação da ordem – esses “seguidores de Diótrefes”, insatisfeito com o ministério dos servos de Deus, perturbam a unidade da igreja. 
 Mensagem pregada pelos “seguidores de Diótrefes”
Não menos diferente do seu líder “Diótrefes”, os seus seguidores pregam as mesmas mensagem.
Vivem de casa em casa, proferindo contra os verdadeiros escolhidos e consagrados. palavras maliciosas (III Jo 10a) e não satisfeitos com essas coisas, ainda não acolhem os irmãos, como impedem os irmãos que querem recebê-los e ainda os expulsa da igreja (III 10b)
Seria diferente a mensagem dos “seguidores de Diótrefes” dos nossos dias? O comportamento de alguns “lideres” de hoje, diferem desses que acabamos de ver?
Pois é, São “lideres frustrados” que aproveitam dos cargos recebidos, para visitarem os irmão, e em vez de pregarem o evangelho do Senhor Jesus, usa do precioso tempo, para falarem daqueles que a bíblia chama de cooperadores da verdade. ( III Jo 8) “lideres frustrados” que ameaçam expulsar os irmãos da igreja, caso eles não obedeçam aos seus ensinos tiranos, que refletem o oposto do verdadeiro amor de Deus. O apostolo João, diz a respeito desses seguidores de Diótrefes: “Amado, não imites o que é mau, se não o que é bom. Aquele que pratica o bem procede de Deus, aquele que pratica o mal jamais viu a Deus.” (III Jo 11)
Lamentamos, que depois de tanto tempo em que a igreja milita na terra, ainda temos que conviver com pessoas que praticam as doutrinas de Diótrefes em nossos dias sem o mínimo de vergonha e se esquecem da mensagem principal que é anunciar a salvação de Deus em Cristo Jesus..
Quero lembrar a todos, que o próprio apóstolo João na sua segunda carta, nos orienta sobre esses “seguidores de diótrefes” com as seguintes palavras: “Se alguém vem ter convosco e não traz a sã doutrina, não o recebais em casa, nem lhes deis as boas vindas.” (II Jo 10)
Que as nossas casas, sejam um lugar onde possamos receber os verdadeiros irmãos, que usa do nosso tempo, para falar de Jesus, ou no mínimo, falar bem dos irmãos e nunca para falar mau daqueles a quem Deus nos Deu, como irmãos amados.
Que Deus nos guarde dos seguidores de Diótrefes.
Pr. Roilton Alve
 Email: prroilton@rotmail.com
    

Postagens mais visitadas