Jesus e a misericórdia


Jesus e a misericórdia
Foi no momento que mais sofreu o senhor Jesus, que ele mais amou a humanidade. Foi no alto da cruz com o corpo ensangüentado que Ele fez a seguinte oração: “... Pai perdoa-lhes porque não sabem o que fazem...” Lc. 23.34 Que oração magnífica de Cristo, ele atribui perdão aos seus opositores, sabendo da obra que ele veio fazer e que tudo, estava dentro dos propósitos de Deus, para a sua vida. Na cruz, Cristo libera o perdão para todos os homens, inclusive para aqueles que o havia levado aquele momento de grande dor. É no momento de mais sofrimento que o nosso mestre e senhor, mostra a grandeza do seu ministério de oferecer perdão a todos.
Quando João o batista estava no cárcere sabendo que Jesus havia liberado benção e perdão para a viúva de Nem, ressuscitando o seu único filho. João chama dois dos seus discípulos e os envia a Jesus com a seguinte pergunta: És tu aquele que estavas pra vir ou haveremos de esperar por outro? (Lc. 7.19) O profeta João, esperava um Cristo que trouxesse uma mensagem de justiça e julgamento sobre os pecados dos homens, assim como tinha sido o seu ministério. Mas, Cristo responde a João fazendo muitos milagres diante dos olhos dos seus discípulos e revelando que o seu ministério seria um ministério de perdão, compaixão e misericórdia.
“... Então Jesus lhes respondeu: Ide a anunciai a João o que viste e ouvistes: Os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e aos pobres, anuncia-se-lhes o evangelho.  E bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço.      
A mensagem vivida e pregada pelo senhor Jesus, foi uma mensagem de liberação de misericórdia e compaixão pelos pobres e necessitados. Cristo sempre olhou para as classes desfavorecidas e minoritárias do seu tempo com muito amor.  Ele não era de uma família bem sucedida de Belém de Judá, ele havia nascido de uma maneira simples e vivido em um lar muito simples para sociedade da sua época.  Seu ministério começou entre os pobres, mas, o seu perdão a sua misericórdia e o seu amor está disponível a todos. Ricos e pobres, cultos e indoutos, culturados e aculturados, grandes e pequenos, reis e súditos, pais e filhos, lideres e liderados, fortes e fracos, subordinados e subordinadores, professores e alunos, feios e bonitos, gordos e magros todos podem provar desse amor incondicional e ilimitado do nosso Senhor. Ele é o salvador de todas as classes sociais.
Ele não veio para condenar o mundo, ele veio para que o mundo fosse salvo por ele. Portanto, trago uma boa nova para você, Escute: Ainda há esperança para você. Não se desanime, não desista, Cristo te perdoa e te dar a vida eterna. 
Cristo é a esperança para todos. Entregue-se em suas mãos e deixe-o agir em teu favor e tua vida mudará.

                         Pr. Roilton Alves         

Postagens mais visitadas