O Correio Mudou


O Correio mudou
O nosso correio já não é o mesmo, que saudade daquela antiga empresa do correio, Que quando nasceu era a marca do progresso e da revolução, nos dias anteriores a sua criação quando se queria mandar uma carta ou um presente para um amigo, ou mesmo uma mensagem para a namorada, e até mesmo a um parente distante, quase não tinha opção alguma. Tínhamos que esperar por algum amigo que fosse de viagem para a mesma região, para poder mandar os presentes ou a correspondência. Os mais nobres da sociedade, tinham seus empregados para levar as suas encomendas. Então surgiu o correio, uma empresa que veio para trazer a revolução na entrega das encomendas e na facilidade da correspondência entre amigos e parentes. E o correio nasceu trazendo uma proposta de mudança e de melhoria para todos os brasileiros. O Brasil já não era igual, as mães se comunicavam com os filhos distantes, os maridos que viajavam para buscar empregos para sustentar suas casas, se comunicava com sua amada e com seus filhos através das cartas. Os namorados apaixonados faziam cartas de amores eternos, telegramas, cartões, e mandavam para sua amada. Tudo isso era feito com a segurança e a velocidade da entrega do correio. Quem nunca se emocionou com uma carta, um cartão, ou mesmo um telegrama recebido. Os pais esperavam à hora do carteiro passar na sua rua, e os apaixonados ficavam na expectativa da passagem do carteiro, pois naqueles dias, os carteiros tinham hora para passar na nossa rua. Lembro-me muito bem que há poucos anos atrás eu sabia exatamente a hora que o carteiro ia passar na rua da minha casa. Isso era um momento mágico, esperar para ver se o carteiro trazia alguma correspondência paro o nosso endereço.
Mas o correio já não é o mesmo, na era da internet, dos emails, das amizades virtuais, dos blogs, o correio tem mudado, tem deixado a desejar. Parece que a empresa se abateu diante das facilidades virtuais. Quando chegamos numa agência dos correios, encontramos funcionários tristes, abatidos e maus humorados, tratando os clientes como que os mesmos são culpados pela evolução da internet e o atraso do correio que não evoluiu com o tempo. E o sistema de computação dos correios, arcaico, atrasados, antigo, com filas intermináveis e vez por outra cai, e sempre ouvimos dos funcionários aquela frase desesperadora, o sistema caiu. No século da velocidade com a população andando a cem Km e o correio andando a vinte Km. O carteiro então, já não se sabe a hora que ele vai passar e as correspondências, já não chegam às nossas casas. Quando morei em São Paulo, todos os dias o carteiro entregava as correspondências nos endereços errados na minha rua. Chegaram a deixar correspondência na minha casa de outro bairro e até de ruas em outro quarteirão. Hoje, há seis meses que reclamo dos correios das correspondências que não chegam ao meu endereço. O que está acontecendo com a eficiência do correio, eficiência que era motivo de admiração de todos os brasileiros. Será que o correio já se entregou e se abateu diante da era da informática? Será que o nosso correio está com as horas e os dias contados? Ou será que esta empresa do orgulho brasileiro, precisa se reciclar e voltar a prática da eficiência dos primeiros dias?
Fica aqui o meu alerta para o nosso correio, “Despertem o mundo está em constante evolução, e queremos um correio que nos der orgulho.
                                                                                                                                PR. Roilton Alves      

Postagens mais visitadas